" Anunciar o Evangelho não é título de glória para mim; pelo contrário, é uma necessidade que me foi imposta. AI DE MIM SE EU NÃO ANUNCIAR O EVANGELHO. (I Cor 9,16)

quarta-feira, 6 de abril de 2011

QUAIS OS PREJUÍZOS QUANDO NÃO PRATICAMOS A ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO?

Segundo o Papa Bento XVI, “pecaríamos se não adorássemos” o Santíssimo Sacramento. Diante de
Jesus Sacramentado encontramos refúgio, alento, renovação de nossas forças desgastadas pelos
inúmeros trabalhos e preocupações. Se deixarmos de procurar Jesus no Santíssimo Sacramento não
estamos em comunhão com Ele que se entrega totalmente a nós na celebração da Missa. Não
praticar a adoração ao Santíssimo Sacramento pode significar que Jesus não está em primeiro lugar
em nossa vida. E se Ele não ocupa o primeiro lugar em nossa vida, estamos em dificuldades, pois
“sem Ele nada podemos fazer”(Jo 15, 5); sem Jesus deixamos de produzir frutos, ou seja, virtudes,
atos de amor, e se não somos virtuosos ou não praticamos atos de amor, tornamo-nos perigosos para
nós mesmos e para os que conosco convivem. Sem Jesus falamos o que não convém, o que não
edifica; fazemos coisas que impedem nosso crescimento no Reino de Deus e, conseqüentemente,
nossa comunhão com Deus e com os irmãos fica comprometida. Sem adoração a Jesus no
Santíssimo Sacramento perdemos muitas graças, muitas bênçãos; e, ainda, não contribuímos para
que o Reino de Deus cresça, para que os pecadores se convertam, para que a paz, que é fruto da
justiça, reine em nossos corações, em nossos lares, em nossas comunidades, em nossa sociedade e
no mundo. Os prejuízos seriam muitos. Poderíamos identificá-los com o que encontramos em Jo 15,
se não permanecermos unidos a Jesus. E é dEle mesmo que escutamos este apelo “sem mim nada
podeis fazer”(Jo 15, 5).

Nenhum comentário:

Postar um comentário