" Anunciar o Evangelho não é título de glória para mim; pelo contrário, é uma necessidade que me foi imposta. AI DE MIM SE EU NÃO ANUNCIAR O EVANGELHO. (I Cor 9,16)

domingo, 26 de abril de 2009

Pó parar, vamos todos parar. Parar de pecar!!!


Meus filhinhos, escrevo isto para que não pequeis. ( 1Jo,1)


Todos nós somos tentados diariamente pelo espirito do mal a fazermos algo que não seja da vontade de Deus, principalmente os jovens que vivem na sua presença, buscando os planos dele para as suas vidas.
O inimigo oferece tantos caminhos, tantas coisas que nos seduz e nos afasta do Senhor. Choramos, rimos, e nem sempre somos felizes. Quem nos dar felicidade? Só Deus!! É ele que dá segurança e paz a nossa vida. O inimigo só oferece tudo de ruim, pois ele não tem nada de bom pra nos dá.
É  preciso vigiar a todo momento. Mais as vezes caimos, pois somos fracos, mais a misericórdia de Deus nos alcança e nos ergue do chão, da lama do pecado.


"No entanto, se alguem pecar, temos junto do pai um defensor: Jesus Cristo, o justo." 


Ele que morreu por nossos pecados, mais que Deus Pai o ressuscitou dos mortos para nos dá a vida eterna. O autor da vida morreu para nos dá vida plena e feliz!!! Valorizemos esse amor!!!  Renunciemos todo mal que existe dentre de nós!!!
É preciso lutar contra todos os pecados, fugir de todas as ocasiões que nos levam a cometê-los.
Mais se cairmos, no mesmo momento devemos nos levantar, arrependermos-nos e mudarmos de vida ( At 3,19) 

Então pó parar!!!
Vamos parar de pecar. Pois o salário do pecado é a morte.
Mais cumprir a vontade de Deus é alegria eterna!! Fique ligado nisso!! 

Um comentário:

  1. Achei muito bom este reconhecimento que se deve parar de pecar. Isto é verdade pois a biblia ensina que o pecado causa separação entre nós e o nosso Deus. Mas o mais interessante é saber qual é a vontade de Deus. (I Tessaloniceces 4:3) Para entendermos como parar de pecar e porque. Que possamos nos submeter a TODA vontade de Deus para que possamos ter o nosso caráter moldado a semelhança do seu próprio.

    ResponderExcluir